Paulistana na Paulista [Poema]

Ahhh... Esse seu rebolado,
estonteante sigo com os olhos.
Nada parece estar ao seu lado.


Em contraste, brilha o negro cacheado,
que de lindo, imagino o seu perfume.
Um balanço gostoso, ritmo cadenciado.


E em seu belo rosto eu não tinha reparado,
lábios camuflados no vermelho do batom.
E os olhos tão verdes chega ser azulado.


E de encontro vou passando ao seu lado,
ao cruzar nossos caminhos, você me dá uma olhadela.
E foi tão rápido e certeiro, que me deixou encabulado.


Passou!!! Agora sim, você já era o meu passado.
E como de costume, fui buscar minhas lembranças,
Olhei mais uma vez pra lembrar do rebolado.

Mulher na paulista

Poema que vi aqui nesse blog muito bacana A Casa Dos Sentidos Mostra justamente, meu sentimento pelas mulheres deslumbrantes, que vejo na Avenida Paulista quando ando por ela !

Comentários
1 Comentários

Outros blogs

2leep.com
 
Pedro Pedreiro © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, templates para blogspot, and jogos para pc