21.Suíça bloqueia conta de US$ 13 mi de filho de Sarney

Para enviar e-mails para os personagens envolvidos, passe o mouse sobre o nome e clique para acessar o endereço eletrônico de cada um.

Data de Divulgação

25.mar.2010

O escândalo

De acordo com reportagem publicada pelo jornal "Folha de S.Paulo" (aqui) no dia 25.mar.2010, o governo da Suíça encontrou e bloqueou conta de US$ 13 milhões controlada por Fernando Sarney, filho mais velho de José Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado. Segundo a reportagem, o dinheiro não está declarado à Receita Federal.
O bloqueio determinado pelos suíços ocorreu quando Fernando tentava transferir recursos daquele país para o principado de Liechtenstein, conhecido paraíso fiscal entre a Áustria e a Suíça. Os depósitos foram rastreados a pedido da Justiça brasileira, por suspeita de que a família do senador tenha remetido ilegalmente dinheiro para fora do Brasil. Os depósitos estão em nome de uma empresa e eram movimentados exclusivamente por Fernando Sarney, que cuida dos negócios da família no Maranhão.
Essa é a segunda conta no exterior movimentada por Fernando que foi rastreada pelas autoridades brasileiras e não informada à Receita Federal. Em 2009, em entrevista à "Folha", ele negou operar contas no exterior.

FERNANDO SARNEY
No início de mar.2010, o governo chinês já havia informado o Ministério da Justiça que Fernando transferiu em 2008 US$ 1 milhão de uma conta no Caribe para Qingdao, na China. A ordem foi assinada de próprio punho pelo empresário. Segundo as autoridades chinesas, os recursos foram creditados na conta da Prestige Cycle Parts & Accessories Limited (uma empresa, pelo nome, de acessórios de bicicleta), exatamente como estava escrito no ordem bancária. Os investigadores brasileiros ainda não sabem qual a finalidade desse depósito.
O bloqueio da conta na Suíça é um desdobramento da Operação Faktor (ex-Boi Barrica), conduzida pela Polícia Federal e pelo Ministério Público. Nesse inquérito, Fernando já foi indiciado por formação de quadrilha, gestão financeira irregular, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Recursos no exterior não declarados à Receita caracterizam sonegação de tributos e geralmente são frutos de evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Empresas da família Sarney são alvo do fisco e da PF sob a suspeita desses crimes.
No dia 29.mar.2010, Fernando Sarney, publicou um artigo no jornal "O Estado do Maranhão" no qual diz que não cometeu crime algum, mas é vítima de uma "tentativa de linchamento moral" de fundo político. Fernando afirmou que há três anos é alvo de uma das "maiores devassas" já feitas no país e que teve seus direitos de cidadão violados de "maneira violenta". No artigo, Fernando disse ainda que há uma tentativa leviana de envolver sua família, especialmente seu pai, nas investigações.

O que aconteceu?

Nada.

 

Fernando Rodrigues
Colunista do UOL, Em Brasília

Comentários
0 Comentários

Outros blogs

2leep.com
 
Pedro Pedreiro © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, templates para blogspot, and jogos para pc